lahaine.org

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fM6n

convertir a:
Convertir a ePub  ePub        Convertir a pdf  pdf

  tamaño texto

  enviar          imprimir


traductor

24/01/2019 :: Galiza, Nacionales Galiza

Contra a estratégia de guerra do imperialismo, defendamos a República Bolivariana de Venezuela

x Galiza em rede
Galiza em Rede quer somar-se às denúncias contra a agressom permanente do imperialismo ianque

Que, em colaboraçom com a maior parte de governos lacaios ao seu serviço no continente americano, quer tombar o governo legítimo e destruir a soberania popular venezuelana.

 

A autoproclamaçom de um fantoche nomeado pola administraçom Trump como suposto “presidente” venezuelano fai parte de umha operaçom desenhada a milhares de quilómetros do país, nos EUA, e que tenta desestabilizar a Venezuela por qualquer meio. O objetivo final é tam evidente que nom servem escusas para evitar um compromisso firme com a legitimidade bolivariana.

Os EUA tenhem umha obsessom com a queda de Maduro, como antes com Chávez, porque a Venezuela é umha das principais reservas de petróleo do mundo e o seu governo nega-se a entregar o controlo dessa matéria-prima.

A agressom contra a Venezuela inscreve-se na série de guerras promovidas ou protagonizadas polo imperialismo ianque, em colaboraçom com os seus aliados (UE, Arábia Saudita, Israel e outros), em numerosos países do Oriente Médio e de África ao longo do século atual, sendo o Iraque, a Líbia, o Iémen e a Síria alguns dos casos mais destacados. A posse de importantes recursos naturais e/ou a situaçom geoestratégica de cada um desses países explica, tal como na Venezuela, a estratégia política, mediática e militar contra a soberania desses povos.

No caso venezuelano, as sucessivas tentativas de golpe de estado, alternando com as também sucessivas derrotas eleitorais, somam-se ao possível envolvimento ianque na doença e morte do presidente Chávez, assi como no atentado recente contra Maduro, as marimbas periódicas e a sabotagem económica permanentes fam parte da estratégia a que aludimos.

O povo trabalhador da Venezuela está a demonstrar a sua heroicidade e firmeza na defesa da soberania. O confronto é permanente com a burguesia vende-pátrias, que conta com apoios crescentes no exterior, com um reacionário Grupo de Lima reforçado após o fim do chamado “ciclo progressista” latino-americano. Porém, só o avanço de medidas revolucionárias que dem maior protagonismo à classe trabalhadora e às massas, junto à solidariedade internacional ativa, poderám evitar que a poderosa maquinaria imperialista de destruiçom poda acabar por conseguir o seu objetivo.

Também na Galiza devemos fazer todo o que estiver na nossa mao para organizar a resposta ao aparelho de propaganda pró-imperialista, fortalecendo um profundo sentimento anti-imperialista no seio do movimento popular.

A luita polo socialismo deve unir todos os povos do mundo, sendo o internacionalismo proletário a melhor arma frente às ameaças do imperialismo e do fascismo.

Solidariedade galega com o povo venezuelano!
Venezuela Vencerá!
Viva a luita anti-imperialista!

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fM6n

 

Contactar con La Haine

Envíanos tus convocatorias y actividades!

 

La Haine - Proyecto de desobediencia informativa, acción directa y revolución social

::  [ Acerca de La Haine ]    [ Nota legal ]    Creative Commons License    [ Clave pública PGP ] ::

Principal